Quinze shoppings abrem hoje em plano piloto

Quinshoppings reabrirão na sexta-feira como parte de um plano piloto aprovado pelo gabinete do coronavírus, em meio a sinais de que novas infecções por COVID-19 voltaram a crescer.

Um total de 15 shoppings em todo o país pode reabrir, incluindo nove escolhidos por sorteio durante a noite e seis que receberam aprovação anterior.

O Ministério da Economia disse que os vencedores do sorteio foram Big Fashion em Beit Shemesh, Center 1 em Jerusalém, Arad Mall, M Haderech em Beit Herut, Seven Stars em Herzilya, Sharonim em Hod Hasharon, CineMall em Haifa, Arena Mall em Nahariya e Mall One em Nof Hagalil.

Os outros seis shoppings pertencem a dois dos maiores operadores de shopping centers de Israel, o Grupo Azrieli e Ofer. Eles estão em Jerusalém, Haifa, Kiryat Bialik, Ramat Gan, Petah Tikva e Beersheba.

LEIA TAMBÉM

Os donos do shopping pressionaram para que as lojas abrissem até sexta-feira para poderem oferecer as promoções da Black Friday.

Os lojistas e funcionários passarão por treinamento especial. Lojas essenciais, como farmácias e supermercados, terão permissão para admitir mais clientes do que as não essenciais.

Proprietários ou administradores de shopping que violarem as diretrizes serão multados em NIS 5.000 (US$ 1.500) para cada infração.

No final do programa, as autoridades tirarão conclusões sobre a segurança da abertura de shoppings e decidirão quando e como os shoppings em Israel serão reabertos. Os critérios serão baseados no cumprimento dos limites de ocupação, uso de máscara e prevenção da formação de aglomerações nas entradas dos shoppings e lojas.

As áreas de mercado ao ar livre e alguns museus também poderão reabrir como parte do plano piloto.

Na semana passada, alguns shoppings em Israel foram reabertos em um ato contra as regras de bloqueio em meio à frustração generalizada entre os proprietários de lojas contra as políticas do governo que mantinham os shoppings fechados.

Os shoppings estão fechados – exceto as lojas essenciais em seu interior – desde meados de setembro sob as regras de bloqueio. As lojas de rua tiveram permissão para reabrir no início deste mês, com um limite para o número de clientes, que foi aumentado de quatro para 10 na quarta-feira.

A abertura inicial das lojas atraiu multidões de compradores que, em muitos casos, ignoraram o distanciamento social enquanto esperavam na fila para entrar nas lojas.

Oficiais de saúde do alto escalão alertaram repetidamente sobre a necessidade de um possível terceiro bloqueio nacional em Israel para conter o coronavírus, alertando contra a flexibilização das restrições até uma queda adicional nas infecções.

De acordo com dados do Ministério da Saúde divulgados na manhã de quinta-feira, Israel ultrapassou 1.000 casos de vírus por dia pela primeira vez em um mês.

O marco é a mais recente indicação de que a propagação do vírus pode estar se acelerando novamente, mesmo enquanto o governo prossegue com a reabertura do país após seu segundo bloqueio.

Na noite de quinta-feira, os ministros votaram para confirmar uma decisão anterior do gabinete do coronavírus de que alunos do ensino médio nas séries 10 a 12 em áreas de baixa infecção, designadas como verde e amarelo, voltariam para a sala de aula no domingo.

A votação ocorreu no momento em que o Ministério da Educação afirmou na noite de quinta-feira que havia 1.792 alunos e 496 professores diagnosticados como portadores ativos do vírus, em meio a preocupações com a possibilidade de a ampliação da reabertura do sistema de ensino estar causando um aumento no número de casos.

No entanto, não estava claro o quanto os números refletiam a flexibilização das restrições à aprendizagem presencial, já que incluíam crianças e adolescentes israelenses que estavam estudando remotamente, bem como em salas de aula, e também incluíam alunos da 5ª à 6ª série que só voltaram à escola no início desta semana.

Foto: Avishai Teicher (Wikimedia Commons). Arena Mall, Nahariya

One thought on “Quinze shoppings abrem hoje em plano piloto

Fechado para comentários.