Descoberta a entrada de celulares nas prisões

O Serviço Penitenciário de Israel (IPS) descobriu um método sofisticado de contrabando de celulares para as prisões israelenses.

Os prisioneiros foram pegos tentando contrabandear celulares em miniatura para as prisões, engolindo-os. Os contrabandistas cometiam pequenos delitos apenas para serem presos e depois entregavam os telefones para uma pessoa específica que já estava atrás das grades.

Em outros casos, os telefones estavam escondidos dentro das paredes da prisão.

Esses telefones foram usados por detentos para dirigir atos terroristas. Mais de 70 celulares contrabandeados foram apreendidos até agora, em 2019. O IPS disse que recentemente começou a instalar jammers (bloqueadores de sinal) nas prisões para garantir que telefones contrabandeados fiquem inutilizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *