Terrorista capturado após matar segurança em Ariel

As forças de segurança israelenses capturaram os dois terroristas palestinos que mataram um segurança de 23 anos na entrada da cidade de Ariel, na região da Samaria e Judeia, na noite de sábado, disse o Shin Bet.

Os dois homens, juntamente com as armas usadas no ataque, foram presos na aldeia de Qarawat Bani Hassan, “após intensa atividade de inteligência e operacional do Shin Bet, FDI e Polícia de Israel”, diz um comunicado conjunto divulgado pela polícia e agência de segurança interna.

Eles foram levados pelo Shin Bet para uma investigação mais aprofundada.

No ataque de ontem à noite, um segurança de 23 anos morreu, após ser baleado em uma cabine de guarda na entrada oeste de Ariel, informou a unidade do porta-voz das FDI.

 

Imagens de segurança mostram um carro parando do lado de fora da cabine aproximadamente às 23h20, antes de dois atiradores saírem do carro e abrirem fogo contra os seguranças. Em seguida os dois terroristas voltaram para o carro, deram meia-volta e foram embora. Mais tarde, o carro foi encontrado queimado na cidade palestina vizinha de Salfit.

Os atiradores aparentemente usaram metralhadoras Carlo.

Segundo relatos, o guarda que foi morto protegeu o segundo guarda com seu corpo e salvou sua vida. A soldada ficou em estado de choque e foi levada para o Centro Médico Barzilai em Ashkelon.

Mais tarde, foi revelado pelo N12 que os dois seguranças eram um casal e estavam noivos.

As forças de segurança, incluindo a Brigada de Comando, a Unidade de Reconhecimento de Paraquedistas (Sayeret Tzanchanim), o Batalhão 636, a Unidade Canina das FDI (Oketz) e a unidade de rastreamento Mir’ol continuam na caçada aos terroristas.

LEIA TAMBÉM

Unidades de segurança que já estavam estacionadas na área como parte de medidas de de rotina bloquearam e revistaram estradas.

As forças das FDI também cercaram a cidade vizinha de Salfit e estão verificando todos os carros que entram e saem, disse o porta-voz das FDI.

O grupo terrorista Brigadas dos Mártires de al-Aqsa reivindicou a responsabilidade pelo ataque e o Hezbollah o elogiou, informaram fontes da mídia israelense.

O porta-voz do Hamas, Hazem Qassem, também parabenizou: “A operação heroica que encerrou o mês abençoado do Ramadã indica que a revolução está queimando em toda a região e que os jovens insistem em expulsar a ocupação e deslocar seus colonos”.

De acordo com relatos palestinos, as forças de segurança prenderam cerca de 10 jovens no posto de controle de Qalandiya.

Fontes: The Jerusalem Post e Mako
Foto: Captura de tela

2 thoughts on “Terrorista capturado após matar segurança em Ariel

  • 1 de maio de 2022 em 02:06
    Permalink

    Quero saber porque governo de Israel não dá fim nestes lixos de árabes que sempre fazem terrorismo com nossa gente estes lixos tem mais vantagens do que os israelenses está totalmente errado até qdo vão continuar matando os nossos ? Nunca pois são selvagens do satanás. Gostaria muito que desaparecessem p todo o sempre

    Resposta
  • Pingback: Limites de entrada na Samaria e Judeia são adiados - Revista Bras.il

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: