Escolas testam sistema de ar anti-COVID

As instituições educacionais de Jerusalém serão as primeiras a experimentar um novo sistema de filtragem de ar anti-COVID, anunciou a prefeitura no início desta semana.

As escolas da cidade foram selecionadas pelos ministérios da Saúde e da Educação para realizar o estudo, que visa verificar se tais sistemas reduzem a disseminação do vírus nas salas de aula.

Durante as ondas anteriores, quando o tempo ficou mais frio e as janelas tiveram que ser fechadas, as crianças contraíram o vírus como resultado de gotículas pulverizadas por outros alunos, especialmente durante estadias prolongadas em espaços fechados.

Até sexta-feira, havia 3.370 alunos e 178 professores infectados com o vírus, 23.636 alunos e 449 funcionários isolados, informou o Ministério da Saúde.

Cerca de 500 kits serão colocados em salas de aula selecionadas em toda a cidade. As escolas participantes receberão uma série de filtros que serão colocados em algumas salas. As salas de aula das mesmas escolas que não recebem filtros servirão como grupo de controle.

LEIA TAMBÉM

A instalação e o controle dos dispositivos serão feitos por uma das cinco empresas selecionadas pelos ministérios para o ensaio, que estão supervisionando todo o experimento.

Uma porta-voz da prefeitura disse que não tinha certeza de quais filtros seriam instalados, embora tenha enfatizado que os sistemas de filtragem não apresentam riscos.

Fonte: The Jerusalem Post
Foto: Yonatan Sindel (Flash90)