Exigência de máscaras permanece e crianças serão vacinadas

O Diretor-Geral do Ministério da Saúde, Chezy Levy, disse que apesar da ampla reabertura da economia e da diminuição de número de infectados e pacientes graves de COVID-19 a exigência de máscara permanecerá em vigor, mesmo para aqueles que estão totalmente vacinados.

Levy disse a repórteres que não há planos para cancelar a exigência de máscara em público, já que “mesmo indivíduos vacinados podem ser uma fonte de coronavírus que passará para aqueles ao seu redor se não estiverem mascarados ou não vacinados, e certamente nossos filhos até 16 que não foram vacinados”.

As máscaras faciais reduzem o risco de espalhar gotas carregadas de COVID ao falar ou tossir em até 99,9 por cento, disseram à AFP especialistas em dinâmica de fluidos aplicada da Escola de Engenharia da Universidade de Edimburgo, em dezembro.

Chezy Levy também estima que, por volta de maio ou junho, Israel começará a vacinar crianças com mais de 12 anos. A decisão depende das pesquisas que estão sendo feitas pelo fabricante das vacinas, que deve terminar no final da primavera ou início do verão.

Na última sexta-feira, o Ministério da Saúde disse que presumia que a vacina é eficiente entre as crianças e não iria esperar para ver os resultados clínicos completos. O Ministério pretende iniciar as discussões sobre a vacinação de crianças e adolescentes assim que a Pfizer divulgar dados preliminares sobre a segurança da vacina para aqueles com idade entre 12 e 15 anos.

LEIA TAMBÉM

Cerca de 700 israelenses com menos de 16 anos já foram vacinados em circunstâncias especiais, sem efeitos colaterais significativos, disseram funcionários do Ministério da Saúde.

As crianças autorizadas pelas autoridades médicas para vacinação tinham fatores de risco conhecidos, incluindo obesidade, diabetes, doenças pulmonares e cardíacas graves, distúrbios de imunossupressão e câncer, informou o site de notícias Ynet.

A vacina Pfizer-BioNTech tem aprovação de emergência para uso em pessoas com 16 anos ou mais, mas um ensaio clínico para crianças de 12 a 15 já começou. Espera-se que a farmacêutica busque uma autorização de emergência da Food and Drug Administration dos EUA para essa faixa etária no primeiro semestre deste ano.

A Moderna também iniciou testes para crianças a partir de 12 anos, mas diz que é improvável que haja dados sobre crianças mais novas até 2022.

Atualmente, vários milhões de israelenses são inelegíveis para a vacina, a maioria deles com menos de 16 anos.

Fonte: Times of Israel

Foto: Alexandra_Koch (Pixabay)

One thought on “Exigência de máscaras permanece e crianças serão vacinadas

Fechado para comentários.