Foguetes de Gaza atingiram a costa de Israel

As Forças de Defesa de Israel disseram na manhã deste sábado que dois foguetes foram disparados da Faixa de Gaza em direção ao centro de Israel.

Grandes explosões foram ouvidas em várias cidades do centro de Israel por volta das 7h.

Reportagens da mídia israelense disseram que o segundo foguete caiu no mar ao largo da costa de Palmachim, ao sul da cidade de Rishon Lezion.

Não houve sirenes alertando sobre foguetes se aproximando, em um sinal de que nenhum projétil se dirigia para áreas povoadas. O sistema de defesa antimísseis Iron Dome também não foi ativado.

A polícia disse que não houve relatos de feridos ou danos.

As facções armadas em Gaza disseram que o lançamento de foguetes foi “causado pelas condições climáticas”, não sendo a primeira vez que a desculpa foi usada para explicar o lançamento de projéteis contra Israel.

LEIA TAMBÉM

Grupos terroristas disseram que relâmpagos foram responsáveis ​​por disparar foguetes.

O Canal 12 noticiou que o Egito imediatamente iniciou esforços de mediação entre Israel e os grupos terroristas de Gaza para tentar prevenir uma escalada de violência.

O lançamento de foguetes aconteceu dias depois que um civil israelense foi baleado na fronteira de Gaza, provocando ataques retaliatórios das FDI. Imediatamente após o incidente, os militares ordenaram que os fazendeiros se mantivessem longe das terras próximas à fronteira com Gaza.

O israelense levemente ferido trabalhava para uma empresa civil contratada pelo Ministério da Defesa para a manutenção da barreira de segurança recém-concluída que separa Israel do enclave palestino.

Após o tiroteio, as FDI disseram que os tanques alvejaram vários postos avançados do Hamas no norte de Gaza. O Ministério da Saúde de Gaza, comandado pelo Hamas, disse que três palestinos ficaram feridos.

Os incidentes ocorreram após um período relativamente calmo e em meio a esforços intensos para alcançar um cessar-fogo estável e de longo prazo depois da grande escalada de violência em maio passado, quando milhares de projéteis foram disparados contra Israel e as FDI respondendo com ataques.

No entanto, nos últimos dias, os esforços para um possível acordo em que o Hamas libertaria dois civis israelenses e os corpos de dois soldados das FDI que acredita-se estar segurando, provavelmente em troca de prisioneiros palestinos, teriam parado.

Fonte: The Times of Israel
Foto: Canva (foto ilustrativa)