Ministério da Saúde já tem plano de vacinação

O Ministério da Saúde israelense elaborou um plano de vacinação contra o coronavírus, apesar de nenhuma ter sido oficialmente registrada no mundo, informou ontem à noite o noticiário da televisão pública.

De acordo com os principais pontos do plano, os primeiros a receber a vacina serão os profissionais de saúde e os que atuam em cargos vitais. Em seguida, viria a população de risco, e ainda não está decidido se crianças e adolescentes farão parte dos grupos para receber o antídoto.

Também está sendo preparado um local para armazenar as vacinas refrigeradas, que devem ficar a uma temperatura de -2 a -80 graus, e serão formulados processos especiais para descongelá-las.

Está previsto também um programa especial de informação contra as chamadas “antivacinas”, por medo de surgimento de notícias falsas, uma vez que chegariam ao país diversos tipos de vacinas e empresas que as fabricam.

LEIA TAMBÉM

Hoje foi relatado que especialistas israelenses alertaram sobre o que está se tornando conhecido como “COVID de longo prazo” ou “COVID crônico”: pacientes que se recuperam do vírus, mas sofrem de sintomas contínuos e incomuns, alguns dos quais podem fazê-los voltar ao pronto-socorro ou mesmo causar a morte.

Um paciente COVID-19 de 65 anos que foi tratado no Sheba Medical Center apresentou resultado negativo para o vírus 10 dias depois, foi para casa e voltou ao trabalho. Duas semanas depois, ele se viu de volta ao hospital com febre e falta de ar. Os testes revelaram uma inflamação grave do coração. Agora, ele está na unidade de terapia intensiva.

Uma jovem contraiu o vírus e se recuperou em casa. Semanas depois, marcou uma consulta com a unidade pós-coronavírus do Hadassah reclamando de “névoa cerebral”. “Ela teve que pensar em como fazer uma xícara de chá”, disse a Dra. Fares Darawshy, especialista em medicina respiratória do Hadassah Medical Center.

Estas são apenas duas das várias histórias que médicos israelenses estão compartilhando sobre o que está se tornando conhecido como “COVID de longo prazo”.

Fonte: Itongadol

Foto: Pixnio

5 thoughts on “Ministério da Saúde já tem plano de vacinação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *