Exibição no Yad Vashem lembra a Kristallnacht

Na noite de 9 de novembro de 1938, uma ação coordenada pelo governo nazista resultou no massacre de judeus e ataques a sinagogas e casas em toda a Alemanha e entrou para a história como um divisor de águas da violenta política antissemita de Adolf Hitler.

Dezenas de judeus foram mortos tanto pelas Tropas de Choque (SA) do Partido Nazista, como em ataques e linchamentos praticados por civis, incitados por uma forte campanha comandada diretamente por ministro alemão da propaganda, Joseph Goebbels.

Mais de 1000 sinagogas foram destruídas, cerca de 7 mil estabelecimentos de famílias judias foram arruinados, pelo menos 91 judeus foram mortos, inúmeras residências devastadas, além de centenas de outros que foram presos e enviados para os campos de concentração de Dachau, Buchenwald e Sachsenhausen.

Esse pogrom recebeu o nome “Kristallnacht”, ou “Noite dos Cristais”, em virtude da quantidade de cacos de vidros que se espalharam pelas calçadas das cidades alemãs como resultado da destruição das vidraças das lojas de judeus pelos nazistas.

LEIA TAMBÉM

O governo nazista anunciou que havia sido uma reação espontânea ao assassinato de Ernst vom Rath, funcionário da embaixada alemã em Paris, pelo menino polonês de 17 anos Herschel Grynszpan, após a expulsão de terras germânicas de milhares de judeus, mas o real objetivo era aterrorizar a comunidade judaica da Alemanha como forma de forçá-la a abandonar o país.

Agora, 82 anos após a Kristallnacht, a noite dos vidros quebrados, o Yad Vashem está apresentando uma nova exposição digital para lembrar os eventos que aconteceram naquela noite de novembro de 1938 e os dias que se seguiram.

A exposição online intitulada “It Came from Within:”The November Pogrom (Kristallnacht) apresenta histórias pessoais, arquivos, um rolo da Torá, testemunhos em vídeo e muito mais.  A exposição está disponível em inglês, hebraico, alemão e espanhol.

“Aquela noite foi tão agressiva e eu quero mostrar que quando as pessoas pensam na Kristallnacht, elas acham que apenas sinagogas foram queimadas e vidros quebrados”, disse Yona Kobo, curadora do Yad Vashem que criou It Came from Within. “Eles não sabem o que aconteceu com as pessoas”. Nesta exposição, Kobo reuniu várias histórias que mostram exatamente o que aconteceu aos indivíduos durante o pogrom.

Foto: Unknown Agentur Georg Pahl (Wikimedia Commons)

2 thoughts on “Exibição no Yad Vashem lembra a Kristallnacht

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *