Hamas e Jihad Islâmica oferecem US$ 200 por ataque

O Hamas e a Jihad Islâmica Palestina estão oferecendo incentivos em dinheiro para ataques a tiros contra israelenses, com a condição de que um vídeo do ataque seja postado nas redes sociais.

Os dois grupos estão oferecendo cerca de US$ 200 por um tiroteio, em um esforço para encorajar mais ataques, especialmente, agora, quando Israel entra em seu período de três semanas de feriados, que começa com Rosh Hashaná, o Ano Novo judaico, na próxima semana, informou o Canal 12.

Os vídeos devem ser postados no aplicativo de compartilhamento de vídeos TikTok para serem elegíveis para pagamento, de acordo com o relatório.

A Judeia e Samaria testemunharam uma série de ataques nos últimos meses, principalmente contra soldados das FDI.

Um oficial das Forças de Defesa de Israel foi morto na quarta-feira em um tiroteio no norte da Judeia e Samaria, perto do local onde homens armados abriram fogo contra um trator do Ministério da Defesa, um dia antes.

Um vídeo bastante editado que circulou nas mídias sociais palestinas mostraria o momento do ataque de terça-feira por membros do grupo terrorista Brigada dos Mártires de Al-Aqsa. Não foi possível verificar de forma independente se as imagens pertencem ao incidente.

Autoridades de segurança estão preocupadas que os vídeos dos ataques a tiros criem os chamados “heróis da internet” que incentivarão outras pessoas a seguir o exemplo, de acordo com o Canal 12.

LEIA TAMBÉM

Além das operações de detenção na Judeia e Samaria para impedir possíveis ataques, as forças de segurança também visam interromper o fluxo de dinheiro usado para financiar ou incentivar ataques, segundo a reportagem.

O chefe de inteligência militar das FDI, major-general Aharon Haliva, alertou na terça-feira que grupos terroristas estão fazendo esforços para fomentar ataques multiplicadores na região da Samaria e Judeia.

“O período de férias é sempre delicado”, disse Haliva em uma palestra na Universidade Reichman em Herzliya. “Então, tenho que assumir como hipótese de trabalho que existe a possibilidade de escalada”.

Haliva enfatizou que era apenas um palpite, não uma previsão segura.

O tiroteio ocorreu em um momento em que as tensões aumentaram na região nas últimas semanas, com as forças israelenses intensificando as prisões e outros esforços antiterroristas, que os palestinos dizem ter inflamado a raiva.

As tropas israelenses foram atacadas repetidamente durante ataques noturnos na Judeia e Samaria.

Os militares lançaram a operação após uma série de ataques mortais que mataram 19 pessoas entre meados de março e início de maio.

Mais de 2.000 suspeitos foram detidos desde o início do ano, segundo a agência de segurança Shin Bet.

Fonte: Noticias de Israel
Foto: Canva

2 thoughts on “Hamas e Jihad Islâmica oferecem US$ 200 por ataque

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.