Israel está a caminho da “normalização” do COVID

Sharon Alroy-Preis, chefe de serviços de saúde pública do Ministério da Saúde disse, na segunda-feira, que o país está caminhando para retomar a vida normal ao lado da pandemia de coronavírus.

“Você poderia dizer que estamos perto da ‘normalização’ com o vírus, por assim dizer”, disse Alroy-Preis ao site de notícias Ynet. “Estamos caminhando nessa direção por meio de várias etapas. As crianças nas escolas não precisam mais ficar em quarentena; o mesmo com as pessoas que retornam do exterior”.

Os comentários foram feitos na medida em que começou os dados apontam para um novo recuo da pandemia em Israel, com a taxa de propagação caindo abaixo de 1 pela primeira vez em duas semanas, indicando que os portadores da COVID-19 estão transmitindo o vírus para um número cada vez menor de pessoas.

Apesar da avaliação otimista, Alroy-Preis observou que novas variantes continuarão a representar uma ameaça de novos surtos.

“Precisamos ter em mente que a velocidade com que as variantes e mudanças ocorrem é muito alta, por isso ainda estamos mantendo as restrições e monitorando o que está acontecendo no exterior, para garantir a identificação de qualquer perigo potencial. Isso é diferente de todos os tipos de vírus respiratórios. Aqui ainda estamos em um mundo que não é totalmente certo”, disse ela.

Alroy-Preis enfatizou a importância contínua da vacina no controle do vírus, dizendo que é a razão da falta de aumento de casos graves e mortalidade, apesar de um aumento recente nos casos.

LEIA TAMBÉM

Ela descartou a possibilidade de as autoridades suspenderem a obrigatoriedade do uso de máscara em espaços fechados em breve.

“Ainda estamos vendo milhares de novos casos diariamente, então as diretrizes para usar a máscara em ambientes fechados permanecem e eu recomendo que todos as sigam”, disse ela.

Os últimos dias registraram cerca de 10.000 novos casos por dia, abaixo dos cerca de 14.000 no final de março.

As autoridades de saúde atribuíram parte do recente aumento de casos à variante BA.2, uma subvariante do Omicron que se acredita ser mais infecciosa do que o original.

Fonte: i24news
Foto: Revista Bras.il

One thought on “Israel está a caminho da “normalização” do COVID

Fechado para comentários.